PESSOAS INSPIRADORAS - LUCÃO


Lucão é publicitário, escritor e poeta. Como costumo dizer, tudo o que faz, faz com poesia e amor. Seus textos são apaixonantes, o que se reflete na brilhante carreira que vem construindo. Com 4 livros publicados, o último, seu primeiro romance, foi uma das minhas melhores leituras do ano. "Amores ao Sol" conta a história de Luca, que durante o Caminho de Santiago de Compostela, perde e encontra muito  mais do que poderia imaginar, uma delícia de livro para ler e reler. 
Felizmente essa aventura literária me aproximou deste grande escritor e pessoa, a quem tenho o privilégio de chamar de amigo. Segue a linda entrevista.
Boas inspirações!



1)  Se você tivesse que escolher entre 1 e 3 livros que mudaram a sua vida, aqueles que você não vive sem, que daria de presente sempre que pudesse, quais seriam?

Que difícil. Livro é a coisa que mais gosto, por isso leio muito, por isso me apaixono por um, depois por outro... um poligâmico! Mas eu não vivo sem Manoel de Barros, então daria o box completo da Leya, que além de ser bonito por ser Manoel, é bonito até de ver, uma arte completa. Daria também Adélia Prado, Poesia Reunida, porque sou apaixonado na poesia dessa mulher. E Caderno H, de Mário Quintana. Uma trinca amorosa, que me inspira por toda a vida.

2) Qual foi o ensinamento/crença/aprendizado que mais mudou sua vida nos últimos anos?

O que aprendi no Caminho de Santiago, do desapego. Pra viver uma vida mais leve, precisamos nos desapegar. De roupas, calçados, pessoas, pensamentos... Carregar só o essencial. É o caminho pra gente descobrir nossa felicidade, sem ruídos, sem distrações. 

3) Quando e como você soube o que queria fazer da vida? Quando descobriu seu propósito? Por que você faz o que faz?

Descobri há 15 anos, quando comecei a escrever. Eu amava ler, lia bastante, e o desejo de escrever surgiu em seguida à leitura. Tinha 20 anos quando rabisquei os primeiros textos. Depois não parei mais. Há dois anos escolhi viver da escrita literária e faço isso porque me dá muito prazer. A palavra é poderosa, e quanto mais eu brinco e trabalho com ela, mais me sinto empoderado. 

4) Como é seu processo criativo (ou de trabalho)? Você é metódico com o que faz, ou deixa as coisas fluírem espontaneamente?

Tenho vários processos. Hoje tenho uma rotina, de acordar e ler bastante, depois escrever bastante, e repetir esse ciclo várias vezes durante o dia. No meio disso entram projetos, trabalhos que a literatura também me proporciona, com empresas, marcas, eventos literários, feiras, lançamentos. E no meio disso também deixo as ideias fluírem, aí é um processo mais livre. Mas claro que hoje eu só domino esses processos porque experimentei muito, me conheci bastante (e continuo me desvendando). 

5) Quando você está exaurido/sem foco/sem inspiração, o que você faz?

Leio. Escrevo. Vejo filmes. Saio de casa. Viajo. Tomo um vinho. Durmo (hehe). Quando me canso de trabalhar com a escrita, faço a coisa que mais gosto, que é escrever. Escrevo muito, pra relaxar e pra trabalhar. 

6) Quais (ou quem) são suas maiores influências/inspirações?

Muita gente. Viva e morta. Manoel de Barros me influenciou muito na poesia, mas também Luis Fernando Veríssimo me ajudou a voltar a gostar de ler. Rubem Alves também, que foi quem me apresentou Manoel de Barros. A música também me inspira, as interpretações poéticas de Maria Bethânia me arrebatam (hehe). E tenho amigos que me inspiram muito. Uma turma lá do norte, por exemplo, é meu norte. Pedro Stkls, Thiago Soeiro, Aline Monteiro, Carla Nobre e cia., todos escritores superiores, que devemos respeitar e nos inspirar.

7) Qual foi o processo de criação de seus livros? O que você tira de positivo e de negativo dessas experiências?

São processos diferentes pra cada livro. O primeiro (É cada coisa que escrevo só pra dizer que te amo) foi uma mistura de coletânea com textos inéditos. Foi uma experiência excitada, porque era o meu primeiro livro. O segundo (Telegramas) foi mais poético, mais concentrado. O terceiro (Dois Avessos) foi totalmente diferente, fiz com Fabio Maca, um livro de quatro mãos, do avesso. O quarto (Amores ao Sol), que lancei esse ano, foi meu primeiro romance, outra experiência nova, processo diferente de escrita. Primeiro viajei, me inspirei com uma história que vivi na Espanha no meio do Caminho de Compostela, e depois sentei a bunda na cadeira por cinco meses ininterruptos escrevendo feito um maluco, numa mistura de paixão e raiva. Criar personagens, descrever os cenários, contar os dias, descrever histórias, desenhar desfecho, enfim. Tudo é novidade. E acho que a escrita pra mim é isso, novidade, tem que ser fresca. Se for pra escrever algo que já escrevi, da forma que já fiz, não faço. Não há graça se não for novo. 

8) Quais seus próximos projetos/sonhos/objetivos?

Sempre muitos (rs). Estou entregando meu próximo livro, também uma novidade, de pequenas crônicas e mais reflexivo, sobre diversos temas, inclusive sobre deus (sou ateu). E já me preparando pra escrever o livro seguinte, que vai ser outra coisa, de crônicas maiores, baseadas na existência humana. É um livro que pra mim é mais de perguntas que respostas. E também estou preparando um material para realizar oficinas de escrita com leitores e pessoas que também, como eu, amam escrever. Vai ser um ano de muito trabalho. 

9) Se você tivesse que deixar uma mensagem em uma frase para quem está lendo, qual seria?

"Um grão de poesia é suficiente para perfumar um século", Javi Martí. Acho linda e resume o que é poesia. E também serve pra arte em geral, pra literatura, pintura, cinema. 

10) Espaço para comentários finais.

Quero agradecer seu carinho comigo e com os escritores que te cercam. Que você continue apaixonada pelas letras, compartilhando seu amor conosco e abrindo mais espaços para dialogar sobre arte, como é esse seu cantinho aqui. Obrigado pelo convite, fico feliz com nossa amizade. 

Obrigada Lucão pela linda entrevista, assim como pela gentileza e carinho de sempre!
Eu com certeza fiquei inspirada!

Para encontrar o Lucão nas redes:

Instagram: @lucaoescritor
Facebook: Página do Lucão

Seu romance: Amores ao Sol

Obrigada a todos que acompanham! Fiquem de olho, em breve, novas pessoas inspiradoras!
Por enquanto, aproveitem o blog, tem bastante coisa legal por aqui :)

COMENTE COM O FACEBOOK

Tecnologia do Blogger.