O CONTO DA AIA (THE HANDMAID'S TALE)

          Margaret Atwood é uma autora surpreendente. Tem uma forma de escrever que cativa do começo ao fim, levando o leitor a questionar a realidade em que vive e as implicações das escolhas que nós, como humanidade, temos feito.
          Este brilhante livro ganhou os holofotes mais de trinta anos após ter sido escrito, graças a uma adaptação televisiva de mesmo nome que vem conquistando diversos prêmios.
Pudera. Uma história forte, passada em um futuro apocalíptico, mas calcado em elementos atuais, tendo como narradora e protagonista uma mulher, encaixa-se perfeitamente no mundo de hoje.
Offred é uma aia. Uma das mulheres escolhidas para serem as procriadoras oficiais dos homens do alto escalão de um governo teocrático totalitário, que tomou o poder em um futuro assim não tão distante.
A narrativa em primeira pessoa, intercalando memórias de um tempo anterior ao golpe que levou estes homens ao poder, assim como trazendo passagens do treinamento para aias e da realidade do dia-a-dia destas mulheres, incita diversas reflexões.
Não há como se dizer que Margaret não bebeu de Aldous Huxley, mas o foco do conto é a mulher, e sua condição perante a sociedade. Ainda, é incrível perceber como esta obra se mostra extremamente atual, se comunicando com questões que estamos vivendo.
Como mulher, senti a força de uma história que oprime pela pungência das circunstâncias, mas que ressalta o poder que cada mulher tem dentro de si.
Não consegui tirar os olhos das páginas, apesar de sentir certo desconforto. Porém, um livro que te faz refletir e fica com você muito depois que termina, vale a pena ser lido e discutido.
“O Conto da Aia” é um marco da literatura. Que bom que finalmente está recebendo o destaque que merece.❤


*O livro é sensacional, assim como a série de mesmo nome. A primeira temporada foi eletrizante, e a segunda já foi anunciada!! Acompanhe esta jornada por Gilead!

COMENTE COM O FACEBOOK

Tecnologia do Blogger.