O QUE RESTOU DE MIM?


❤O que restou de mim quando você se foi?
O que restou de nós?
Forjamos ideias de quem deveríamos ser. Criamos identidades idealizadas. Almejamos por encontros irreais, entre minha expectativa e a sua. E temos medo.
Temos medo quando as máscaras caem.
Temos medo de quando as ilusões se quebram.
Temos medo de encarar o espelho. Do “deserto do real”.
Então, construímos muros, muralhas, bloqueios. Escondemo-nos de nós mesmos.
O que restou de mim?
Migalhas de quem sou.
Para me descobrir de verdade, é preciso arrancar as máscaras, destruir as ilusões e olhar bem fundo no olho.
É preciso reconhecer quem sou de verdade.❤

COMENTE COM O FACEBOOK

Tecnologia do Blogger.