SE EU PUDESSE...

Se eu pudesse escrever colorido, pintaria o papel com todas as cores. 
Do azul ao amarelo, do magenta ao anis. 
Traria em cada palavra um tom, coloriria o gris. 
Como a palavra não tem cor, trago os tons no poema. 
Desenho a página em branco com palhetas de alfazema. 
No jardim das palavras, sou eu quem planto as sementes. 
Colho as mais belas flores, do nascente ao poente.
E assim vou levando, preenchendo meus dias com flores. 
Ah, se eu pudesse escrever colorido...mas espera aí,
Eu posso!


Em alta

OS TRÊS MOSQUETEIROS - D´ARTAGNAN - cinema em seu melhor

'BATEM À PORTA" - Um filme que faz sentir

CREED III