KING RICHARD - Criando Campeãs

 

Meus pais são loucos por tênis. Devo a eles o pouco conhecimento que tenho. Mesmo assim, King Richard dispensa informações prévias. O filme se sustenta por si mesmo, e no melhor estilo jornada do herói, conta a história das irmãs Williams, Venus e Serena, famosas tenistas negras que marcaram o esporte.

Toda obra de arte é um recorte da realidade. A verdade depende de quem a conta, sobretudo diante de ficção. Aqui, somos apresentados a Richard Williams, pai de 5 meninas, dentre elas Venus e Serena, que desde antes de seus nascimentos já estudava o tênis como meio de tirar a família da situação em que viviam.




Em uma atuação brilhante de Will Smith no papel título, ele também produtor do filme juntamente com sua esposa Jada Pinkett Smith e as próprias irmãs Williams, o filme narra a jornada de treinos das irmãs desde a infância até os primeiros treinadores e vitórias de Venus, e sua primeira grande final em campeonatos, aos 14 anos.

Dali em diante, os escritos na tela e as imagens reais mostram o sucesso que elas alcançaram, quebrando barreiras em um esporte tipicamente de brancos, tornando-se símbolos de sucesso e determinação.

Pouco sei sobre a vida de Richard além do ali mostrado. Em uma breve menção no filme, sabemos que teve outros filhos, o que restou comprovado em uma rápida pesquisa pela internet, em que descobri que teve outra família, a qual teria abandonado antes de se casar com Brandi, a mãe das meninas, mostrada como uma figura silenciosa, mas forte e presente na vida da família.

Inclusive, seria uma das filhas mais velhas de Richard, fruto deste casamento anterior, que estaria se pronunciando contrariamente ao filme, dizendo não retratar a realidade de quem seu pai era. Todavia, o filme centra na relação dele com Venus e Serena, sendo, como dito, um recorte de uma vida.

Richard aprendeu tênis sozinho, e juntamente com sua mulher, treinou as filhas e com muita persistência e insistência, conseguiu levá-las aos melhores treinadores da época, tentando, ao menos como mostra no filme, garantir que permanecessem na escola e ainda fossem crianças, brincando e se divertindo com as irmãs.

Se ele era abusivo, machista, controlador sei apenas o que vi no filme. Uma história bonita de uma vida difícil, que me empolgou mais do que eu esperava. Algumas histórias dão bons filmes, e essa é uma delas. Duas vencedoras de diversos campeonatos mundiais de tênis, hoje milionárias e que deixaram seu nome na história do tênis, cujas vidas de dedicação começaram muito cedo.

A real intenção e contribuição do pai jamais saberemos. No entanto, pelo filme temos a certeza de que teve uma grande participação e influência no que se tornaram. 

Para além de discutir verdades, King Richard é um filme que nos mostra que toda história de sucesso começa muito antes dos louros virem e dos aplausos da plateia.


King Richard, nos cinemas de todo Brasil, dia 02/12/2021

Em alta

OS TRÊS MOSQUETEIROS - D´ARTAGNAN - cinema em seu melhor

'BATEM À PORTA" - Um filme que faz sentir

CREED III